Olhos vs. Câmeras: diferenças e semelhanças

Quase todos os fotógrafos já perceberam que existem muitas semelhanças entre nossos olhos e o trabalho das câmeras fotográficas. Compreender as semelhanças e diferenças entre os olhos humanos e as câmeras pode ser uma informação muito mais útil do que imaginamos.

Além de matar a curiosidade, nos faz admirar e registrar cenas com muito mais qualidade. Se você nunca parou para pensar a respeito está na hora de começar!

olhos-vs-camera_diferencas-semelhancas

Semelhanças

FOCO
As duas “ferramentas óticas” focam imagens invertidas em superfícies sensíveis à luz, sendo que a câmera realiza essa função em um filme ou um sensor, e os olhos na retina (constituída por dois tipos de células foto-receptoras, os bastonetes, que permitem a percepção de claro e escuro, e os cones, responsáveis pela percepção das cores).

ABERTURA DE LUZ
Aquantidade de luz recebida é controlada. Na câmera isso é feito pela abertura da lente. Nos olhos é a retina que regula a intensidade de luz.

 

Diferenças

MEDIÇÃO DE LUZ ABSOLUTA E SUBJETIVADE
Em linguagem simples, os olhos são dispositivos subjetivos, o que significa que eles trabalham em harmonia com o cérebro para criar as imagens que você vê: os olhos ajustam o foco dobrando a luz através do humor vítreo e do cristalino (a lente gelatinosa dos olhos) e transformam os fótons em impulsos elétricos, para o cérebro processar, ajustando o balanço das cores de acordo com o contexto de iluminação, mostrando o que é vermelho ou branco ou preto etc.

a câmera é um dispositivo absoluto, que mede a luz que bate nos sensores; a falha fica por conta da necessidade de ajustar, posteriormente, as temperaturas de cor e luz que iluminam a cena.

Close-up de um olho

Foto: Eliane Terrataca

FOCO
Na câmera, as lentes se movem para perto ou longe do filme/sensor. Nos olhos, os músculos mudam a forma do cristalino para fazer o foco nos objetos.

SENSIBILIDADE À LUZ
O filme/sensor da câmera é uniformemente sensível à luz, a retina humana não. Agora, se levarmos em conta a qualidade e força de captura, os olhos possuem boa sensibilidade à luz em locais escuros – bem diferente das câmeras. Talvez isso mude um dia, e passe a ser uma semelhança, a maioria das câmeras ainda deixam muito a desejar em ambientes escuros. Há algumas situações de iluminação que as câmeras atuais não conseguem capturar com facilidade, deixando as fotos muito borradas ou cheias de ruído.

Deixe um comentário